segunda-feira, 18 de maio de 2009

Chagas Barbosa


Aos 29 dias do mês de outubro de 1946, a dona Maria de Nazaré das Chagas Barbosa, dava à luz, na Santa Casa de Misericórdia de Belém -PA. Era um menino e o relógio marcava nove horas daquela manhã.

O pai, o senhor Raimundo Menino Barbosa, tinha então o seu primogênito. E seria o único filho do casal de paraenses que registrou o herdeiro com o nome José Maria das Chagas Barbosa.

Aos nove anos de idade, o garoto ficou sem dona Maria, que foi chamada para prestar serviços, ao lado do criador. Mas, ele seguiu sua vida. A conformação veio com a luta diária.

Em 1974, foi a vez do seu pai ser chamado para pertencer ao quadro celestial. Seu Raimundo, foi ao encontro de dona Maria.

Em 1976, Chagas Barbosa deixou sua terra natal, Belém do Pará e se domiciliou em Manaus. Em solo "Baré", foi um destacado repórter esportivo, na rádio Difusora, no auge do futebol da cidade, que o recebeu de braços abertos.
O Paraense, torcedor da Tuna Luso e do Vasco da Gama, fez fama por aqui. O camarada de comportamento sério e bem alinhado, tempos depois, já estava no meio da publicidade. Foi diretor comercial na extinta rádio Ajuricaba.

Nunca deixando o esporte de lado, Chagas sempre atuante e reconhecido por seus méritos, continuava sua escalada de sucesso em nossa terra. O José Maria, é casado há 35 anos, com a dona Cecília Abrahim Barbosa. Os dois construíram uma família, com um casal de filhos. Fábio e Fabiana. E a primeira netinha, a Camila, chamada carinhosamente de "Camilinha", (Filha do Fábio) fez um ano no dia 09 de Maio. Chagas está todo vovozão!


Desde a fundação da Extinta (no nome) TV Rio Negro, que ele apresenta um programa esportivo na emissora, que agora é a "Band" Local. De 1991 para a atualidade, são 18 anos no ar. Um tempo de respeito! É um dos poucos, a manter-se tanto tempo no ar, nesta região. E se considerar-mos bem, quem sabe, também esteja entre os mais bem colocados no país, em termos de duração na TV, de forma initerrupta.
Chagas Barbosa, pode ser assistido, aos sábados, a partir das 08:00 horas da manhã, no "Esporte Total", onde os convidados debatem assuntos, ligados aos diversos esportes. Claro, que com maior importância voltada para o futebol.


Aqui Chagas Barbosa, se preparando na fixação do microfone de lapela, para mais uma gravação do seu programa. Tranquilo, ele tem a intimidade, dos que sabem fazer. A comunicação fácil e direta, tem a prática e carcterísticas peculiares, de um bom profissional.



Eu o ouvi e vi atuando nos melhores momentos do rádio, nas décadas de 70 e 80.
Ele não saiu das ondas de transmissão e, ainda comenta futebol, na rádio Rio-Mar.
Tive convivência rápida, onde comecei, na extinta Ajuricaba. E sempre o respeitei pelo estilo bem moldado na seriedade. Chagas é um bom exemplo a seguir. Se é que algum comentário, que tenha vestígios da dor-de-cotovelo de alguém, possa querer manchar a bela caminhada, desse senhor da comunicação esportiva.
Por este anos de trabalho, com afinco e pura dedicação, em conjunto com a construção de uma família solidificada, de bons princípios, meus Parabéns! Extensos cumprimentos para seus familiares. Ele me disse que ao todo, sua família original, está resumida a poucos membros. No entanto, grande é a herança que o futuro reserva para os teus herdeiros. Com a certeza divina, será a continuidade do ciclo, que vem de uma evolução dos teus antepassados. A semente plantada, através da união do seu Raimundo e dona Maria, vingou! E nos deu: José Maria das Chagas Barbosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade a casa é sua!