quarta-feira, 16 de junho de 2010

Brasil 2x1 Coreia


Na terça-feira 15 de junho de 2010, eu deixei gravando a estreia do Brasil, contra a Coreia do Norte; na minha 10ª Copa do Mundo como telespectador, tinha que ver o evento, acompanhado de loiras geladíssimas. Eu gosto muito!

E neste dia 16, registro que ainda lembro, do aniversário da abertura oficial, ou inauguração do estádio do "Maracanã", edificado na Cidade Maravilhosa do Rio de Janeiro-RJ; são 60 anos de existência!

Pronto, lembrança atenuada, vamos ao lance do primeiro gol da seleção "Canarinho": as imagens capturadas em replay, sempre perdem a resolução no slow motion. Mas é registro.

Seguindo com o lançamento de Elano para Maicon...


ele recebe a "Santa Jabulani" e no vídeo rolando é que se vê, que ele levanta a cabeça rapidinho, olhando pro ataque chegando...


aqui baixa a visão pra bola no estilo Cafu...


e chuta sem saber direito, que rumo a bola vai tomar...


e ela aqui, já está cruzando a linha da meta, em meia altura, após passar entre o goleiro Myonge Guk e o poste lateral esquerdo...


vencido, Myonge observa o desfecho do lance...


ficando estendido no gramado, amargurado. Aos 10 minutos do segundo tempo, Brasil 1xo Coreia. Maicon erra e acerta, para ser
escolhido o craque do jogo pela FIFA. A velha, só entende é de dinheiro mesmo.


Aqui sim o melhor jogador em campo, que parte antes da intermediária dos coreanos...


avança na diagonal, com espaço sobrando...

Adicionar imagemprepra o lançamento rasteiro...


estando livre, Robinho sabe o que vai fazer...


e enfia enfia a bola açucarada...


para o mecânico e sortudo Elano; este eu jamais convocaria; ele pode até ser o melhor do mundo, mas não jogaria nem no banco da minha escolha. Ôpa, segue o lance, que lembra aquele lançamento do Romário para o Bebeto, no jogo contra os EUA, na Copa de 1994; e o número na camisa do Elano, coincide com o usado há quase 16 anos, por Bebeto. A partida relembrada, foi disputada no dia 4 de julho, data da célebre independência amerciana. Depois da recordação a evolução da jogada atual, que repete...


até o mesmo ângulo e situação, daquela partida. Elano bate...


e a redondinha desliza na grama...


e vai também, quase no mesmo local do histórico gol de Bebeto; mas não tem garrafinha colada por dentro da rede, para se chocar....


e se aconchega no cantinho do gol; está feito, Brasil 2x0 Coreia aos 26 minutos do tempo final. Também não houve declaração de Elano para Robinho, como a de Bebeto para Romário. Lembram?


Parecia que o placar seria mantido, mas neste lançamento da seleção de vermelho, feito antes do meio de campo...


a bola viaja pelo alto e pega Maicon, só olhando; o atacante testa rápido...


para o domínio célere e hábil de Yun Nam...


que fica soltinho à frente de Júlio César...


e manda ver...


sem titubear, com rapidez e objetividade. O número oito vira herói aos 43 minutos. Um gol para cima da seleção cinco vezes campeã mundial; a última colocada, das 32 seleções presentes na Copa, segundo o maluco Ranking da FIFA...


perde, mas deixa uma sensação positiva em seu país e de suspeita sobre o desempenho nada convincente dos milionários do futebol. Quando esses caras vão mostrar, que merecem toda a badalação e bajulação desenfreada? Respostas - sim são várias as indagações que não digitei - com a sequência dessa pobre competição. Paupérrima mesmo! O final foi isso Brasil 2x1 Coreia do Norte. FUI.

***
Eu não ouvi o nome do jogador coreano, que lançou e do que testou, no lance que deu origem ao gol de Yun Nam, para a Coreia.

Imgens capturadas através de placa pctv, da transmissão do Band Sports.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade a casa é sua!