segunda-feira, 14 de junho de 2010

Holanda 2x0 Dinamarca



Simon Poulsen, defensor da Dinamarca, fez isso aqui, com um minuto do segundo tempo; o gol contra, em favor da Holanda, abrindo a contagem no fraquíssimo jogo, disputado no estádio Soccer City, em Joanesburgo, na África do Sul, pela Copa do Mundo 2010.

A sequência dos lances, foram capturados em replay do Band Sports; e em slow motion, as imagens ficam sem a qualidade normal, da transmissão em tempo real.


Esta imagem eu frisei depois de muita luta, porque o lance é rápido e as repetições são emaranhadas; só obtive o detalhe, no site do globoesporte.com no vídeo de resumo da partida. A bola sai da cabeça de Poulsen e toca nas costas de Agger, completando a lambança.


Aqui a evolução do desastre, após o golpe traiçoeiro, motivado pela falta de noção e qualidade do zagueiro; pura verdade! Se daqui pra frente ele vai ser o Canavarro, aquele absurdo defensor italiano, escolhido melhor jogador da Copa de 2006, aí manos, já não entenderei mais nada.


Puxa, esqueci que estava sequenciando! Vamos lá, com o boi atabalhoado...


e olhando a Jabulani entrar...


aqui na troca de ângulo, caindo desengoçado....


a defesa e goleiro imóveis...

o objeto redondo buscando a fuga, ou refúgio dentro da meta, devido os péssimos tratos...


o desfecho do lance é este Holanda 1x0 Dinamarca.


Sneijder já lançou de enfiada para Elia,
que vai dominar livre à frente da atônita zaga dinamarquesa...


ele desvia do goleiro...

e a bola vai de encontro ao poste lateral esquerdo...


e já bateu, estando de volta...

então Kuyt, aos 39 minutos do tempo final, pega o rebote...


com liberdade...


e tudo está consumado. Holanda 2x0 Dinamarca. Como os caras falam nos melhores dos piores momentos: placar, ou resultado Final.

Que jogo duro de ver! Lotado de cadeiras duras, com os narradores e comentaristas, elogiando um ou outro enganador em campo.

Pelo amor de Deus, esses "jogadores" jamais jogariam nas peladas, no campo de barro, misturado com piçarra, onde o Sul América treinava, no bairro da Glória, aqui em Manaus.

E a turma do "Flabolo" time que fui goleiro; reserva mas fui, participava de alguns dos treinos; e existiam uns caras da nossa equipe, que atuavam sem chuteiras ou tênis!

Essas "Cinderelas" na Copa, usam calçado de cetim ou seda, ganham salários astronômicos e fazem eu desistir a cada ano do futebol.

Nas peladas, os escolhidos se motivavam e, os rejeitados, aceitavam que não faziam parte do game, porque estavam fora do padrão de habilidade.

Ah, depois eu saí do gol e fui para a lateral esquerda, mesmo sendo destro; também arrisquei a ser médio volante, com aqueles passes precisos, marcação cerrada e lançamentos quase milimétricos. Nada de modéstia, ela não é necessária, quando a realidade história é fiel a verdade.

Meus companheiros craques, mereciam estar nos grandes paraísos da grana e dos gramados tipo feltro da mesa de bilhar. E eu, no tradicional feijão com arroz, poderia estar na Turquia, ou no Japão. Sério! Seria superior a qualquer desses que vi atuar, com exceção do burro Eto'o ou, de alguns que até dá para aceitar.

Posso estar exagerando, mas aos 50 anos, só me falta a condição física e o glamour. Ora bolas, ou melhor, Jabulanis, como está carente de capacidade esta Copa!

Estendendo mais o texto, creio que ainda vou penar muito, assistindo essa mediocridade, amparada por todo este complexo mundial de asneiras em torno do círculo, que agora tem nome e marca mais exaltada; é pois sempre houve marca e nomes, para a circunferência, creio que em todos os mundiais.

Nike e Adidas, deveriam armar uma competição, para escolher qual delas, vai gerenciar essas grosserias; oh, Bispo, isto já deve existir; e a FIFA a nossa CBF internacionalizada, está se lixando; afinal, tem dinheirama rolando na grama. FUI.

Imagens capturadas, através de placa pctv, do Band Sports.

Veja cobertura da partida no globoesporte.globo.com/futebol


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade a casa é sua!