sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Era jurada de morte


Este é mais um dos crimes encomendados no estado do Rio de Janeiro. A juíza Patrícia Acioli, de 47 anos, assassinada na madrugada desta sexta-feira (12) na porta de casa, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, estava em uma lista de doze pessoas marcadas pra morrer, segundo investigadores. Clique aqui e leia mais.

Montagem do blog, com foto e informções do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade a casa é sua!