domingo, 20 de novembro de 2011

Contrariando a lógica


O autor do blog está de volta, depois de alguns dias de intensa aventura na Rodovia BR 174, no trajeto Manaus-AM/Boa Vista-RR. E logo na saída, 4ª feira, 16 de novembro de 2011, bem no começo da estrada, já me deparei com esta contrariedade; vamos combinar que os cabos entrelaçados de forma transversal nesta placa importante e padrão, suplanta a lógica, sob todos os aspectos.


O detalhe é necessário para enfatizar que o simples é o mais difícil para os desatentos ou desinteressados. Gente desse tipo trabalha de improviso e usa as coxas como apoio; mediocridade é usada como ferramenta principal nas suas atividades.

Quero contar a partir da minha sincera visão o que vi em pouco tempo, no caminho do extremo norte do Brasil.

Potencialidades e exploração do comércio sem qualidade e, ao mesmo tempo, trabalhadores contribuindo para o desenvolvimento de uma região linda, repleta de originalidade; pessoas simples e outras mantendo o velho estilo dos grandes e insuportáveis fanfarrões.

Como sempre, quem é digno de confiança, circula na camada simples, no dia a dia do cenário da vida Amazônica.

A começar pelo Hotel onde fiquei hospedado dois dias em Boa Vista-RR. Falta de zelo e cobrança abusiva.

Eu volto, se Deus permitir, para desfilar aqui os fatos reais. Até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade a casa é sua!