domingo, 27 de novembro de 2011

Curiosidade estagnada

Ainda não pisei na Ponte Rio Negro, por absoluto receio de enfrentar o território que sempre evitei, por conhecer coisas que são ocultadas ou, são de desconhecimento total aqui em Manaus; espero que elas não existam mais.

Os riscos sempre foram variados no extremo da obra inaugurada em 24 de outubro de 2011, que começa no bairro da Compensa.


Meus cliques se resumiram ao passar por baixo da ponte duas vezes. E na última, em 23 de outurbro, foi em um domingo ensolarado.

Vou aguardar a decisão, sem aviso prévio, para ver de perto a nova menina dos olhos da politicagem local.

Perdi o interesse, por enquanto, mas pretendo fazer um esforço para conhecer o novo fascínio local. E não estou tão longe. Até breve. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade a casa é sua!