sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Abastecimento irregular


O autor do Amazônia e o Mundo, sabe que esta página talvez seja um grão de areia no deserto, diante da força da mídia na web; mas quer deixar registro da crise pela qual a cidade de Manaus, passa nas útimas semanas, com a irregularidade desencadeada no abastecimento de água.

Parte do centro com a fronteira do bairro da Praça 14 de Janeiro, estão prejudicados desde a quarta-feira (25.01.12). Isto só para citar um pouco, de toda essa inexplicável conduta da administração da concessária deste serviço indispensável.

O líquido chega depois da zero hora, ficando no máximo até 8 horas da manhã jorrando nas torneiras. Esta situação virou um caos para comerciantes e moradores. Mas seja em qualquer local é necessário tomar medidas sérias, para coibir o abuso da empresa responsável (Águas do Amazonas).

A matéria do jornal A Crítica online, foi escolhida para representar esta realidade inadmissível, na capital do maior estado da nação em dimensões territorias; ainda mais sendo banhada pelos afluentes do maior rio do planeta, pelo menos, em volume de água. Lembro que na década de 70, era comum conviver com este racionamento ilógico.

Será que teremos de agir criando alternativas comunitárias pois os canais competentes estão cometendo falhas inaceitáveis? Coletar água nas margens dos igarapés seria a solução, com a criação de cooperativas nos bairros? Esta ação seria parte de um pensamento insano?

Estamos no século 21 e regredimos décadas, por conta de aventureiros exploradores de nossas fragilidades e necessidades. Siga para o site indicado. Clique aqui e leia mais.

Foto e informações: http://acritica.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade a casa é sua!