quinta-feira, 28 de junho de 2012

O Boca cedeu o empate


O que não dá para aceitar no futebol é jogador de salto alto. Quando fez os dois gols que deram a vitória sobre o Palmeiras no domingo passado, o atacante Romarinho do Corinthians, já tinha demonstrado a falta de humildade, desde o momento em que comemorou, esboçando uma fisionomia altiva e marrenta; isto foi comentado por parte da crônica esportiva.

Contra o Boca Juniors, em Buenos Aires, na Argentina, o gol de empate que marcou ao entrar no final da partida, foi de vital importância para o "Timão" manter a invencibilidade na competição e, ainda deu mais personalidade dentro do domínio adversário. E na entrevista concedida ao sair do campo, a revelação meteórica deslanchou assim: "graças a Deus brilhou a minha estrela e eu consegui fazer o gol".

O autor do blog na hora ficou irritado e já sentiu que algo cobre a face dessa figuraça. Siga para o G1 e saiba mais do primeiro jogo das finais da Libertadores 2012. Clique aqui e leia.

Foto e informações: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade a casa é sua!