terça-feira, 5 de novembro de 2013

O "Mercadão" virou museu? Segunda parte


A beleza do novo Mercado Municipal Adolpho Lisboa, impressiona, mas sua funcionalidade ficou afetada. A cerimônia de reabertura na noite de 23 de outubro de 2013, foi um show politiqueiro. 

O autor do blog poderia ter ido ao evento, porém não teria nenhuma liberdade, perante a empolgação incontrolável da maioria das pessoas. 

Na véspera do aniversário dos 344 anos de Manaus, a maioria dos filhos da cidade, queria mesmo era sentir orgulho dela. Eu também! Entretanto, gosto de pisar firme no chão. 

Resolvi esperar a reabertura de um dos símbolos da capital do Amazonas para ir lá, com calma e, sem euforia.  Fui em dois sábados, após o estardalhaço.

A pressa de entregar a obra, que se arrastava há mais de sete anos, só ficou mais evidente após sua entrega ao público. No entanto observei que a situação está complicada, pois muitos boxes estão fechados. Avaliar o que foi feito nesta restauração é uma tarefa enfadonha mesmo! 

DESCARACTERIZARAM o Pavilhão Central só pra começar! São tantos erros visíveis que eu preciso de tempo para mostrá-los. Não quero só enumerá-los textualmente.

Minha relação com o velho "Mercadão" sempre foi constante. E isso é normal em qualquer lugar do mundo. 

Torci muito pela sua volta; e quem conhece este modesto blog, sabe que postei aqui muitas vezes, lamentando quando ele ficou fechado. Por enquanto o trabalho por lá continua por tempo indeterminado. 

Estou postando por etapas e ainda quero exibir fotos dos boxes que parecem cubículos. Aguardem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade a casa é sua!