segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Adeus Doutor


Quem tem mais de 50 anos viveu uma época no futebol mundial de grandes craques, embora inda tem ficado um pouco de lembrança dos anteriores.

O nível cultural aqui no país, não obteve melhorias acentuadas, Sócrates foi um diferencial tanto na bola, como na importância social e política.


O democrata do futebol, como vi na manchete online do jornal El País da Espanha, deixou uma marca inquestionável, na sua passagem pelo esporte de maior popularidade no Brasil e em grande parte do mundo.


Seu enterro foi simples, como seu jeito também era, mesmo com a personalidade forte e autêntica.

Renunciar poderes como ídolo máximo, foi uma qualidade que ele soube fazer; o que é quase impossível de existir no meio em que os badalados craques sempre estão envoltos.

Segue indicação para o G1 sobre a despedida ao Doutor Sócrates. Clique aqui e leia.

Fotos e informações: G1 e El País.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade a casa é sua!